sábado, 24 de novembro de 2012

Artista que fez quadro de pregos de Gianecchini conta sua história | Ofuxico 





Artista que fez quadro de pregos de Gianecchini conta sua história

Conhecido como Ferraz, ele divide seu tempo entre pregos e fábrica de papel higiênico

Artista que fez quadro de pregos de Gianecchini conta sua história - Divulgação
Publicidade

Uma pessoa simples, mas com um dom abençoado. José Antonio Ferraz Alvez, o Ferraz, tem 41 anos, é de Bragança Paulista, interior de São Paulo, e ganha a vida trabalhando como operador de máquinas em uma fábrica de papel higiênico da região onde mora.
Em conversa com O Fuxico, ele conta que já trabalhou na roça ao lado do pai e que se tornou artista plástico em um dia em que, depois de folhear uma revista e pensar na vida, se deparou com uma madeira e um punhado de pregos. Detalhe: Ferraz afirma que não sabe desenhar e que o resultado de seu trabalho é da percepção de poder olhar uma foto e reproduzi-la em uma tela. Confira!
OFuxico - De onde você é?
Ferraz - Sou de Bragança Paulista, interior de São Paulo.
OF - No que você trabalhava antes de começar a fazer suas telas?
F  -  Sempre trabalhei desde 10 anos. Ajudava meu pai na roça e nunca tive tempo para pensar no futuro, sempre precisei ajudar no sustento da casa. Vim de uma família que trabalhava na roça, plantação de café. Lá pelos meus 12 anos vim para acidade. Certo dia, pensando na vida e folheando uma revista peguei uma madeira e um prego e comecei. Na época eu tinha uns 36 anos.
OF - E agora está com quantos?
F - Faço 42 na semana que vem (risos).
OF - Você tem outra atividade além de criar seus quadros?
F  - Há 20 anos trabalho em uma empresa de papel higiênico na região de Bragança Paulista. Lá, sou operador de máquinas.
OF - De onde nasceu a idéia de fazer quadros com pregos?
F - Na realidade não sabia que eu possuía esse dom, como as pessoas dizem que tenho. Trabalho na parte operária, como comentei, e comecei a pensar. Daí, me deu a idéia de tentar desenhar, mas não imaginava que ia ganhar com isso. Tempos depois eu vi que poderia investir.
OF - Quem foi a primeira personalidade que você desenhou com pregos?
F - Foi o Geraldo Luis, da Record.
OF - Você já começou fazendo rosto de personalidades ou fazia outras coisas?
F - Comecei fazendo objetos, animais, flores. Daí parti para fazer rosto de pessoas. Mas não desenho não. Se me pedir para fazer qualquer desenho, não sei.
OF - E como faz então?
F - Vejo a foto pelo celular ou pelo computador e vou fazendo. Tudo a olho nu.
OF - Quando fez o quadro do Geraldo Luis foi por livre escolha ou surgiu uma encomenda?
F - Foi um desafio. Chegaram para mim e falaram que estavam lançando um desafio. Eu fiui e fiz.
OF - Os personagens famosos que desenha, tipo Silvio Santos, Reynaldo Gianecchini, Bianca Rinaldi, você vende ou presenteia a pessoa?
F - Os quadros são feitos para comercializar, tirar uma certa renda para ajudar minha família. Durante o ano, penso em uma ou duas personalidades para presentear e executo escolhe durante o ano um ou dois personalidades para homenagear.
OF - Em média, quanto custa um quadro seu?
F - Depende muito da foto, dos detalhes, se vou usar mais ou menos pregos. A partir de R$ 1.500 a cerca de R$ 2.500
OF - Quanto tempo você leva para fazer um quadro desses?
F - Olha, desde a escolha da foto até o dia em que martelo o último prego, gasto cerca de 15 dias.
OF - Para quem famoso você já entregou uma peça dessas?
F - Entreguei em mãos para a Bianca Rinaldi. AGora estou esperando a chance de entregar o quadro do Silvoi (Santos) e do cantor Daniel.
OF - E tem alguém que você ainda sonha fazer o quadro e entregar pessoalmente?
F- Ana Maria Braga. Sempre quis fazer um quadro para ela. Mas ainda não tive tempo de fazer como quero, é um trabalho bem grande que vou fazer e sei que levará muito tempo. Primeiro tenho que dar conta das encomendas que tenho, para depois me envolver com o quadro dela.
OF - Como as pessoas podem entrar em contato com você para encomendar algum quadro?
F - Sempre através do http://artescompregos.blogspot.com.br.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012


Atrista Plastico Ferraz retrata Reynaldo Gianecchini , em

quadro com aproximadamente 7,500 pregos , e próximos a

 150 mil marteladas